ArquiteturaCuriosidadeDicas

Prédios Restaurados de São Paulo

Nenhum comentário

Os prédios restaurados de São Paulo ajudam a contar histórias, resgatar aspectos culturais e são atrativos turísticos incríveis tanto para moradores locais como para forasteiros.

Primeiramente, é preciso reforçar que toda história tem um cenário, tem um ambiente. Em outras palavras, esses cenários são compostos por vias, casas, prédios, castelos, marcos, sinalizações… Além disso, alguns deles ainda estão presentes nas ruas das cidades, outros já não existem mais, pois foram substituídos por outras edificações.

Mas antes de falar sobre o restauro…

Esses cenários, ambientes são uma forma de conservação da memória, como um museu a céu aberto. Contudo, quanto mais nos aprofundamos em nossa historia, mais entendemos nossa cultura, mais conhecemos a origem de nossas tradições e saberes do povo.

Desde já, sabemos que para muitos, isso não é importante, tampouco interessante, mas cabe expandir o pensamento para uma questão mais racional, como: “O povo que não conhece a sua história está condenado a repeti-la”. Ou seja, isso explica, por exemplo, porque os alemães preservam tanto a memória da página negra da história daquele país, o Nazismo.

Leia também:
Os lugares mais subestimados de São Paulo 
Pisando em Arte na Cidade de São Paulo
O Castelinho da Rua Apa

Mas existe também um motivo mais emotivo (ou menos racional) para mantermos a conexão com a nossa história: qualidade de vida. Pois é, a sensação de pertencimento a um lugar, muitas vezes se constrói pelo ambiente que se vê e que nos faz resgatar memórias.

Restaurações no Brasil

Normalmente, num trabalho de restauro a intenção é preservar a arquitetura da edificação. Seja como for, essa restauração está ligada a um processo de tombamento do patrímônio público, realizado por órgãos competentes no âmbito estadual, municipal e federal. Porém, pode ser realizado (ou demandado) pela iniciativa privada ou pelo próprio governo.

Como citado por Françoise Choay:

A arquitetura é a única, entre as artes maiores, cujo uso faz parte de sua essência e mantém uma relação complexa com suas finalidades estética e simbólica.

É grande o desafio dos arquitetos e urbanistas, já que eles seguem alguns princípios para execução de seus projetos de restauro e também de projetos futuros, como:

  • Preservar e restaurar os recursos naturais e culturais existentes;
  • Identificar os conhecimentos e as habilidades que constituem o diversificado patrimônio da humanidade;
  • Construir cidades, vilas, povoados e áreas rurais duradouros e sustentáveis, contribuindo para a continuidade e coerência dos lugares;
  • Promover o engajamento cívico, a diversidade social e a vitalidade econômica, associados à preservação dos ecossistemas e da identidade local.

Prédios restaurados em São Paulo

Prédios Restaurados de São Paulo

Atualmente, são muitos os prédios restaurados de São Paulo, mas fizemos uma lista (não exaustiva) com o que achamos de especial, contendo a data do restauro e o endereço:

Theatro Municipal
Endereço: Praça Ramos de Azevedo, s/n – República
Ano do Restauro: 1991

Edifício Martinelli
Endereço: Rua São Bento, 405 – Centro Histórico de São Paulo
Ano do Restauro: 1979

Palácio da Justiça
Endereço: Praça Clóvis Beviláqua, s/nº – Centro Histórico de São Paulo
Ano do Restauro: 2016

Edifício Itália
Endereço: Avenida Ipiranga, 344 – República
Ano do Restauro: 2006

Edifício Guinle
Endereço: Rua Direita, 49 – Centro Histórico de São Paulo
Ano do Restauro: 2011

Mosteiro São Bento
Endereço: Largo de São Bento, s/nº – Centro Histórico de São Paulo
Ano do Restauro: 2007

Casa de Cultura Manoel Cardoso de Mendonça
Endereço: Praça Dr. Francisco Ferreira Lopes, 434 – Santo Amaro
Ano do Restauro: 2010

Casa Mário de Andrade
Endereço: Rua Lopes Chaves, 546 – Barra Funda
Ano do Restauro: 2015

Castelinho da Rua Apa
Endereço: Rua Apa, 236 – Campos Elíseos
Ano do Restauro: 2017

Finalmente, temos o conhecido Museu do Ipiranga, ou oficialmente: Museu Paulista. Em obras desde 2013, pretende marcar o bicentenário da independência com sua reinauguração em 07 de setembro. Bem simbólico isso, né?

Passeie pela cidade com um Guia

Definitivamente, andar pelas ruas da cidade, num roteiro que ajuda a contar alguma história e com alguém chamando sua atenção para o que tem de mais especial, sem dúvidas é uma experiência única.

Muitas iniciativas existem em São Paulo. Nesse sentido, temos a Caminhada Noturna, quando um grupo se reúne em frente ao Theatro Municipal, às 20h toda a quinta-feira, para fazer um passeio guiado e à pé pela cidade.

Prédios Restaurados de São Paulo

Gostou da ideia de passear com um Guia de Turismo? Então vista uma roupa confortável e bora passear!

Ah! De lambuja, já que estamos falando de história, dê uma olhada nesse video que conta um pouco a evolução do território brasileiro… é curtinho e muito interessante!

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Monumentos em São Paulo – Idílio ou O Beijo Eterno
Edifício Alexandre Mackenzie, o Shopping Light, em São Paulo

Posts recentes

Menu