Patrimônio Historico e Cultural

Pateo do Collegio

Nenhum comentário

Localizado no Centro da cidade de São Paulo, foi alí que nossa grande cidade começou a crescer.

Quando os Jesuítas chegaram aqui, vindos do litoral, procuravam um lugar seguro, e também um local que pudessem avistar facilmente a aproximação dos indígenas. Foi no alto de uma colina, cercada pelos rios Tamanduatei e Anhangabaú que chegaram e se instalaram.


Os padres portugueses, Manuel da Nóbrega, Manoel de Paiva, Afonso Brás e o noviço espanhol José de Anchieta escolheram chamar de Casa de São Paulo, a um conjunto de casas de taipa de pilão que os abrigava. Contruiram alí no alto da Colina de Piratininga, uma escola, um dormitório, uma enfermaria e uma igreja.

Na inauguração do Colégio de São Paulo de Piratininga ( homenagem ao Apóstolo Paulo ) na manhã do dia 25 de janeiro de 1554, foi celebrada a primeira missa:

abriu por aqui a entrada para inúmeras nações sujeitas ao jugo da razão. Por isso, eu e alguns outros irmãoo mandados para essa aldeia no ano do Senhor de 1554 chegamos a ela no dia 25 de janeiro e clebramos a primeira missa numa casa pobrezinha e muito pequena no dia da conversão de São Paulo, e por isso dedicamos ao mesmo essa nossa casa (…)

O Pateo, já foi sede do governo paulista ( 1765 a 1912 ), secretaria de educação em 1930, e voltou a ser colégio em 1945. Em 1979, inagurou-se o Museu Padre Anchieta por ocasião da visita do Papa João Paulo II, o mesmo rezou missa no jardim do pateo em altar de madeira, em 1980.

Atualmente no Patio do Colégio, além do Museu Padre Anchieta, temos a igreja São José de Anchieta, a Biblioteca Padre Antonio Vieira, o museu de Arte Sacra dos Jesuítas e um charmoso Café do Pateo.
Quem vem a São Paulo e deseja conhecer sua história, o Pateo do Collegio é parada obrigatória para vivenciar onde essa grande cidade começou a crescer!!!, um lugar muito gostoso de visitar, aprender e tomar um delicioso café.

Tags: , , , , , , ,

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Theatro Municipal de São Paulo
A Revolução de 1924: “A resposta será granada!”

Posts recentes

Menu