CuriosidadeHistória

Minas de Ouro em São Paulo

1 Comentário
Cava de ouro Região de São Paulo – Fotos da internet

Falando sobre as Minas de Ouro de São Paulo não podemos deixar de falar do berço do ouro pós descoberta do Brasil, apenas oitenta anos depois da descoberta, São Paulo de Piratininga, ainda era província de São Vicente, já extraia grande quantidades de ouro para a coroa portuguesa, mais precisamente no entorno do Pico do Jaraguá.

 

Pontos importantes Sobre o Parque do Jaraguá
Localização São Paulo, região noroeste e divisa com Osasco.
Possui 492 hectares abriga um dos últimos remanescentes da Mata Atlântica da Região Metropolitana de São Paulo.
Adquirida pelo Governo de São Paulo em 1940 transformada em parque em 1961.
O parque tem montanhas abertas para visitação que chegam à altitude de 1135 metros sendo o Pico mais alto da região metropolitana de São Paulo.

“O nome Jaraguá vem da língua indígena Tupi que significa: Senhor dos Vales”

Mapa do Ouro em São Paulo – Fotos da Internet

Sobre o Ouro do Parque.

As primeiras expedições na região ocorreram no final do séc. XVI quando o Governador da Província Martim Afonso de Souza descobriu os primeiro indícios de ouro no Brasil, contribuindo para o início do ciclo do ouro na região do Jaraguá, mas somente em 1580 um Bandeirante chamado Afonso Sardinha se instalou na região para explorar o entorno, construiu o Casarão Bandeirista com mais de 20 cômodos e o tanque de lavagem de ouro que ainda existem como prova da exploração aurífera. A região ficou apelidada como o Peru-do-Brasil pela grande quantidade de ouro retirado do local. A exploração se rendeu até meados do séc. XIX quando a economia passou a ser ditada pelo cultivo do café.

Existem relatos que o ouro era tão farto na região do Jaraguá que bastava tirar um punhado de grama do chão que o ouro estaria preso nas raízes do mato.

Muito ouro foi retirado por índios de Mutinga onde hoje na região possui uma avenida com esse mesmo nome.

Mas ainda existe ouro na Grande São Paulo? Sim, garantem os pesquisadores, pois as minas não foram totalmente exauridas. “Na época, o ouro era mal explorado e de maneira superficial e rudimentar.”

Até a década de 50 ainda havia alguma atividade mineradora no Jaraguá e outras regiões da Grande São Paulo, como: Itapecerica da Serra, Araçariguama, Mogi das Cruzes, Guarulhos e Embú-Guaçú.

Com a construção das Rodovias no entorno, a exploração imobiliária e a invasão de terrenos, quase todos os caminhos para as antigas minas foram destruídos ou soterrados.

Outras cidades com prova da existência de ouro em São Paulo:

– Guarulhos – Serra da Cantareira e Itaberaba – Em 1589, mais de cem anos antes de bandeirantes encontrarem ouro em Minas Gerais, o Bandeirante Afonso Sardinha deu início ao ciclo do ouro em Guarulhos. Ele descobriu minas na Serra do Itaberaba, pertencente ao território guarulhense.
No início do século 17, foram encontradas outras minas próximas ao principal rio de Guarulhos, o Baquirivu-Guaçu. A cidade teve pelo menos seis garimpos: Bairro das Lavras, Catas Velhas, Campo dos Ouros, Bananal, Tanque Grande e Lavras Velhas do Geraldo – nome dado em referência ao bandeirante que o explorou.
GEOPARQUE
Está sendo estudada a criação do Geoparque Ciclo do Ouro no Município de Guarulhos. Um Geoparque é uma área reconhecida pela Unesco por ter patrimônios geológicos, arqueológicos, culturais, ambientais e históricos de grande relevância.

– Araçariguama – descoberta em 1590 também pelo bandeirante Afonso Sardinha, que encontrou ouro nas proximidades do Morro do Vuturuna. A Mina de Ouro além de sua importância histórica pode ser explorada pelo seu sítio geológico e é uma das únicas possível de visitação em São Paulo. Lacrada pelo Presidente Getúlio Vargas por decreto Presidencial em 1934. Até o final, ainda se retirava cerca de 45 kg de ouro por mês.

– Embu-Guaçu – Algumas jazidas, como a de Embu-Guaçu, pertenciam aos padres jesuítas que, assim como outros mineradores portugueses e brasileiros da época, contratavam índios para explorá-las em troca de objetos como facas, anzóis, machados, utensílios domésticos e outros materiais úteis às tribos.

Primeiras moedas de ouro do Brasil – fotos da internet

Curiosidades:

Entre 1600 e 1820, foram produzidas na província de São Paulo um total de 4.650 arrobas de ouro (cada arroba equivale a 15 quilos). Os números referem-se apenas ao minério registrado pela Coroa portuguesa para cobrança de impostos, o quinto. É pouco quando comparada à produção de ouro em Minas Gerais durante o Ciclo do Ouro: 35.687 arrobas, entre 1700 e 1820. Se os paulistas não ganham em quantidade, podem se orgulhar do pioneirismo.

4.650 arrobas = 69.750 quilos x R$ 320,00 a grama = a mais de R$ 22.3 bilhões.

Método usado para garimpar era de Aluvial = bateia de rio – processo mais rudimentar.

Trabalho escravo nas minas – fotos da internet

Caminhos das Riquezas produzidas:

Vale citar os caminhos do Ouro que partiam de Minas para Paraty e do Rio de Janeiro, Caminho Real (Caminho Velho e Caminho Novo), por onde escoavam todas as mercadorias e eram taxadas todas as riquezas produzidas pelo Brasil. Outro caminho é um atalho que ficou conhecido como Trilha do Ouro ou Caminho de Mambucaba que descia para Paraty por dentro da Serra da Bocaina para evitar as taxações e os impostos, deixando sua marca como nos registros como o “Descaminho”, muito utilizada por tropeiros.

Vídeos:


Sites:

Parque Estadual do Jaragua

Mineração de Ouro em Guarulhos

Cass de Fundição do Brasil

Mina do Ouro – Araçariguama/SP

Exploração de ouro no Brasil começou em São Paulo

Cavas históricas de ouro do Jaraguá

Cavas de Ouro Históricas do Jaraguá, SP

Livros:

A Mina de Ouro – Escritora Maria José Dupré – lançado em 1946 – relata uma história de um grupo de amigos que se perdeu dentro dos túneis abandonados de uma mineradora no Pico do Jaraguá.
São Paulo Literalmente – de João Correia Filho – Uma viagem pela capital paulista na companhia de grandes escritores.

Tags: , , , , ,

Posts relacionados

1 Comentário. Deixe novo

  • Que bela aula sobre esse importante e marcante período extrativista da cidade de São Paulo. As vezes temos algumas ideias fixas de que ouro era só em Minas Gerais ou em Serra Pelada…rs

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.
O Bairro Pacaembú vai muito além de um estádio
A Ladeira dos Piques

Posts recentes

Menu