Guias de Turismo

Kelly de Oliveira Tavares – Guia de Turismo

Nenhum comentário
Eu sou a Kelly, sua Guia de Turismo!

Sou Kelly, tenho 43 anos. Sou uma viajante indomável e encaro qualquer aventura que me proporcione crescimento pessoal, conexão com as pessoas e com a natureza. Sou entusiasmada pela vida e pelo Brasil e tenho sonho de viajar pelo país e pelo mundo. Vivo e recebo, em nossa casa, hóspedes e amigos de todas as partes do país e do mundo, o que é um dos meus maiores orgulhos e alegrias. Mostrar o Brasil como ele é e ajudar as pessoas a realizarem seus sonhos me traz uma enorme satisfação.

Sou educadora e iniciei minha experiência como guia do Museu Nacional, enquanto estudava história na Universidade Federal do Rio de Janeiro. Daí em diante, fui mergulhando e me apaixonando cada vez mais e trazendo para a minha formação experiências de vida de uma cultura universal. Procurando estudar um pouco de tudo, mas com uma paixão maior pela história. No Rio de Janeiro, eu foco no turismo de reconhecimento, apreciação e promoção de nossa herança afro brasileira. Especializei-me no afroturismo que me levou a uma viagem pela Europa em busca de conexões com a história da escravidão e desejo embarcar em uma viagem pelo próprio Brasil e África para aprofundar esse projeto e ajudar a interligar uma rede de afro-guias transatlânticos.

Guia de Turismo Diferenciada!

Um fato curioso que me estimula a aprender cada vez mais sobre os roteiros que promovo é o quanto descobrimos coisas em comum com culturas distantes e aparentemente diferentes da nossa. Desde 2013 venho trabalhando com afro descendentes Europeus, Norte Americanos e Africanos no Circuito da Herança Africana na Zona Portuária do Rio de Janeiro. Entre pontos de parada que vão de sítios de memória sensível e memoriais que trazem o passado e o presente em diálogo através de artefatos, comidas típicas e arte, temos a oportunidade de ouvir os testemunhos dos visitantes que nos trazem fatos bastante curiosos. Um dos ocorridos me foi contado por uma imigrante nigeriana, adotada por uma família inglesa, quando ainda muito jovem, que me fez atentar ainda mais para a escravidão moderna. Ela contou ter sido agenciada junto com sua irmã e trazida por uma traficante, que gozava de muito respeito pela sua comunidade de origem. Segundo ela essa mulher branca inglesa (até a data ainda atuante), recebe dinheiro de famílias africanas que “investem” em seus futuros, enviando seus filhos em tenra idade para pais adotivos estrangeiros. Essas famílias dão até o que não tem, e se endividam na esperança de que seus filhos sejam escolhidos para essa viagem além-mar. Ao serem adotadas as crianças se transformam em um potencial elo de sustentação dos pais, que aguardam em um futuro distante, receber de seus filhos algum reconhecimento e apoio financeiro. Mas isso nem sempre ocorre e no caso dessa pessoa em particular, me descreveu que quando criança sofreu maus tratos pela sua família adotiva, além de ser forçada a realizar todas as tarefas da casa. Na escola, foi percebida e resgatada com sua irmã pelo conselho tutelar e tiveram que reconstruir suas vidas de forma independente. O relato bastante sensível me colocou como interlocutora atenta e engajada enquanto eu percebia a importância de ouvir as vozes de pessoas escravizadas e de seus anseios desesperados de buscar pelos elos perdidos e por todas as referências possíveis com um passado distante que se encontra muito presente em traços culturais em nosso país e em diversos países do oeste africano a fim de entendermos mais sobre nós mesmos.

Aliás, você pode me encontrar pelo Facebook, pelo  Instagram, pelo LinkedIn ou então me mandar um e-mail: info@rioencantos.com

Sobre a GoGuidia

A GoGuidia é uma plataforma digital que facilita o acesso ao turismo de qualidade, mas, com redução de custos e que conecta as pessoas às experiências com o suporte de um guia de turismo regulamentado e interações que só são possíveis por meio da tecnologia.

Por fim, a operação está concentrada na região metropolitana de São Paulo, algumas cidades do litoral, como Santos e São Vicente e do interior, principalmente no circuito das frutas (Itupeva, Jundiaí, Louveira, Valinhos e Vinhedo), com planos de expansão para todo o Brasil e evoluções constantes no serviço, motivadas pelas avaliações e percepções de clientes e guias de turismo.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0
Tags: ,

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Laercio Cardoso de Carvalho – Guia de Turismo
Marcos Marsulo – Guia de Turismo

Posts recentes

Menu
Email