Dicas

Embu das Artes, além da Feirinha

Nenhum comentário

Uma boa opção de viagem de um dia pelas redondezas de São Paulo, sem dúvidas, é Embu das Artes. São 30 Km de distância da capital, percorridos em média em 40 minutos sem trânsito.

Embu das Artes é comumente lembrada como um destino de compras, por causa da sua feirinha de artesanato, lojas e ateliês, mas a cidade mescla atrações culturais, arquitetônicas, gastronômicas e até naturais, criando um passeio muito diversificado para quem procura um local pertinho da capital pra descansar e explorar com toda a família.

A ligação de Embu com a arte iniciou por volta de 1930 com o renomado e premiado artista Cássio M’Boy que residia na cidade e mais tarde pelo ceramista Tadakiyo SakaiFeira de Arte e Artesanato de Embu das Artes, que acontece nos finais de semanas e feriados, teve início por volta dos anos 60 e hoje é umas das principais atrações da cidade, mas não a única, como você pode conferir nessa lista:

  • Feira do Verde de Embu das Artes: diversidade de plantas, flores e árvores frutíferas, onde é possível tirar suas dúvidas diretamente com o produtor.
  • Cachaçarias e Empórios: Pra quem aprecia cachaças e não dispensa levar pra casa quitudes caseiros, Embu das Artes não decepciona: é possível fazer um tour só de cachaças, pelo centro histórico, encontrando nas cachaçarias também alguns produtos artesanais, como pimentas, queijos, geleias, doces, biscoitos e muito mais.
  • Viela das Lavadeiras: Um dos pontos instagramáveis de Embu das Artes, o local é concorridos pra tirar suas fotos.
  • Museu de Arte Sacra dos Jesuítas: Embu das Artes é uns dos municípios mais antigos de São Paulo, porém foi apenas em 1969 que ela se emancipou de Itapecerica da Serra. Sua história remete principalmente ao índios e jesuítas, esses últimos expulsos do Brasil em 1759 deixaram para Embu das Artes, um conjunto arquitetônico de grande valor histórico.
  • Centro Cultural Mestre de Assis Abreu: O discreto centro cultural conta com um acervo sobre a história de Embu das Artes, além disso apresenta exposições temporárias e apresentações artísticas com entrada gratuita.
  • Paróquia Nossa Senhora do Rosário: construída em 1977 em homenagem a Nossa Senhora do Rosário, a padroeira de Embu das Artes, que apesar de uma arquitetura simples, possui belas obras em seu interior, como a imagem de Nossa Senhora do Rosário.
  • Capela São Lázaro: Construída em 1934 a pequena capela têm uma arquitetura que remete aos prédios jesuítas de Embu e abriga uma imagem de São Lázaro no seu interior.
  • Memorial Sakai: No museu que retrata a vida e a obra do mestre Sakai, encontram-se esculturas de barro e terracota desenhadas pelo artista. O local ainda possui uma escola de terracota, com cursos regulares e oficinas gratuitas.
  • Parque Lago Francisco Rizzo: Com seus 217 mil metros quadrados, é a principal aérea verde em Embu das Artes e se destaca pela presença de dezenas de espécies de peixes no grande lago.
  • Museu do Índio: local perfeito para se conhecer de perto a cultura indígena brasileira e as transformações que ocorreram ao longo do ano. Planejado pelo artista plástico e escritor, Walde-Mar de Andrade e Silva, é um local onde se pode sentir de perto a cultura indígena brasileira, já que o espaço oferece material para pesquisas sobre diversos temas relacionadas ao índio, como nações Indígenas; grupos étnicos; costumes; hábitos alimentares; arte (plástica, musical, dança, oratória e ornamental); idiomas; crenças e rituais, aspectos da vida comunitária e relação com a natureza e meio ambiente.
  • Outlets: Embu das Artes não é referência apenas de compras de móveis e decoração mas também em outlets. É possível encontrar quase 10 lojas com marcas nacionais e importadas e preços mais baratos.

Ah! E não deixe de aproveitar a boa comida local. Sem dúvidas, um dos destaques da charmosa cidade de Embu das Artes!

Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

Posts relacionados

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.
A Boemia Praça Roosevelt
A Ilha Diana em Santos

Posts recentes

Menu